Campeonato de jejum? 

 Existe um campeonato secreto de quem jejua mais?

Bem, vejo pessoas por todos os lados com metas absurdas de horas de jejum.

Jejum prolongado pode ser altamente terapêutico, não me entendam errado.

Querer jejuar mais horas porque estudou, leu e entendeu que isso vai ser benéfico para sua saúde em pontos específicos onde comprovadamente o jejum auxilia é aceitável e viável. Mas vejo que isso nem sempre acontece na vida real. Pessoas jejuam, muitas vezes, apenas para se vangloriarem que conseguiram X horas e/ou Y dias. Algumas usam o termo recorde em seus discursos. Vencer limites e alcançar novas marcas é sensacional, desde que haja prudência.

Nesse ensejo quero esclarecer alguns mitos sobre o jejum prolongado, acima de 24-36 horas, ou seja, com duração de dias:

  • Jejuar mais nem sempre vai ser a melhor estratégia quando o assunto é emagrecimento. Não será o jejum que vai te emagrecer da noite para o dia. A alimentação sempre é o principal no quesito emagrecimento saudável.
  • Jejuns longos nem sempre são a resposta para todas as mazelas.
  • Jejum prolongado sem assistência profissional pode ser mais danoso à sua saúde do que proveitoso. Pois, envolve vários aspectos além de simplesmente parar de comer.

Quando parar de jejuar? 

Ao estudar mais sobre o assunto temos mais conhecimento para reconhecer melhor quando está na hora de parar de jejuar. Somos seres individuais e é bom aprender a respeitar o seus próprios limites. Tenha claro seus objetivos ao jejuar e um profissional capacitado para te guiar quando o assunto for jejuns que envolvem dias ou semanas.

Dica: estude sobre o assunto, jejue pelos motivos certos e com acompanhamento.

Vou deixar a referência de um ótimo livro em português que aborda o tema do jejum terapêutico. Livro: Jejum, uma nova terapia? Autor: Thierry de Lestrade, 2013.

 

Texto: Tania Alves, @nutridados

 

 

 

 

Leave a comment